Esse é um livro que recomendo nas aulas de MBA, pois tem muitas coisas interessantes do novo jeito de empreender e da ideia de colaboração no mundo dos negócios... abaixo estão as ideias que mais gostei do livro.

Os objetos do dia a dia, com frequência crescente, contém componentes eletrônicos e se conectam entre si, formando a chama “internet das coisas”.

A grande oportunidade no novo Movimento Maker é a possibilidade de ser ao mesmo tempo pequeno e global.

O dinheiro sobre a mesa é como krill: um bilhão de pequenas oportunidades empreendedoras a serem descobertas e exploradas por pessoas criativas e inteligentes.

Fabs Labs são tipos especiais de makerspace. Baseiam-se em modelo desenvolvido 10 anos atrás pelo Center for Bits and Atoms – subproduto do curso do MIT, intitulado “How to Make (Almost) Anything”, muito procurado. Cada Fab Lab (quando se escreve esta página havia 53 deles, em 70 países, em todo o mundo), tem pelo menos um conjunto mínimo de ferramentas de fabricação digital: cortadora a laser, cortadora de vinil, maquina CNC grande, para moveis, e outra pequena, para circuitos impressos, equipamentos eletrônicos básicos e, as vezes, também impressoras 3D. Não raro, também há ferramentas de usinagem mais tradicionais, como tornos mecânicos e furadeiras de coluna, mas, em geral, se concentram na produção de protótipos, em escala mais reduzida.

o lugar importa menos - chris

Qualquer pessoa era capaz de fazer qualquer coisa, desde que tivesse talento suficiente. O acesso a ferramentas de produção poderosas e a meios de distribuição eficazes já não era barreira a participação. Quem tivesse talento e energia encontrava público, mesmo que não trabalhasse para a empresa certa nem tivesse formação profissional adequada.

A fabricação digital desktop efetivamente introduziu um tipo de “produção artesanal mecanizada” om que Piore e Sabel só poderiam ter sonhado na época. Em vez de retornar as maquinas de costura e as oficinas locais, que as grandes fabricas expulsaram do mercado 100 anos atrás, o moderno Movimento Maker se baseia na fabricação digital de alta tecnologia e possibilita que pessoas comuns explorem a vontade a capacidade das grandes fabricas para fazerem o que quiserem. É a combinação perfeita de inventar no âmbito local e produzir no âmbito global, atendendo a mercados de nicho definidos pelo gosto, não pela geografia. E a característica inequívoca desses novos produtores é que não farão os mesmos produtos padronizados que definiram a era da produção em massa. Ao contrário, começam com produtos personalizados e a partir dai descobrem outros consumidores que compartilham seus interesses, paixões e necessidades singulares.

O que é dispendioso na fabricação tradicional torna-se gratuito:

  • Variedade é de graça: a diferenciação não é mais dispendiosa que a padronização. Não custa mais caro fazer todos os produtos diferentes.
  • Complexidade é de graça: Produtos complexos, com muitos componentes pequenos, podem ser impressos em 3D ao mesmo custo de blocos de plástico uniformes. O computador não se importa com a quantidade de cálculos.
  • Flexibilidade é de graça: mudar o produto depois do início da produção significa mudar o programa. As maquinas continuam as mesmas.

Finalmente, a questão delicada sobre a remuneração de voluntários: sou a favor de oferecer royalties aos principais colaboradores, mas não se surpreenda se eles recusarem a oferta. As razoes podem ser muitas: eles não estão nisso para ganhar dinheiro; as quantias são minúsculas em comparação com o que recebem em suas atividades remuneradas; sentem que não está certo receber pagamento quando outros contribuem de graça; e finalmente, ao se darem conta de que qualquer remuneração que recebam aumentará os preços para os consumidores, recusam-na, por que isso conflita com as verdadeiras razões de sua contribuição, que é criar algo capaz de alcançar o maior público possível, uma vez que preços mais altos significam menos usuários.

O fato de outros poderem copia-lo não importa muito, pois toda aquela boa vontade gera um efeito de rede muito mais difícil de copiar que um simples código.

A possibilidade de outros clonarem os produtos é parte do modelo. É algo permitido expressamente por nossa licença de código aberto. O ideal é que se modifiquem/melhorem os produtos (“projetos derivados” ou “projetos derivativos”) para atender a necessidades de mercado que eles perceberam e que não consideramos. Esse é o tipo de inovação que o código aberto se propõe a promover. Mas se eles apenas clonarem e venderem os produtos a preços mais baixos, tudo bem. O mercado decide.

Como não operamos uma empresa no modelo tradicional, desfrutamos de maior quantidade e de maior diversidade de pessoas inteligentes, trabalhando para nós. Minimizamos os custos de transação com tecnologia, não com proximidade. Uma rede social é nosso telhado comum. O Skype é o “cubículo ao lado”. Nosso proposito comum é realmente comum, não imposto.

O kickstart oferece pesquisa de mercado. Se não atingir a meta de financiamento, o projeto provavelmente fracassaria no mercado. Conseguir essa informação antes de investir tempo e dinheiro no desenvolvimento e fabricação do produto é de valor inestimável e elimina um dos maiores riscos para qualquer startup.

Como funciona o Quirky:

  1. Qualquer um pode apresentar uma ideia, mas, para tanto, precisa pagar $10. O objetivo é evitar intrusos mal intencionados.
  2. Os membros da comunidade votam nas ideias de que gostam e oferecem comentários.
  • As ideias mais populares vão para a fase seguinte, o projeto. O inventor e os profissionais da Quirky apresentam suas ideias. O mais votado ganha.
  1. As maiores votações vão para o nome do produto, atributos e slogan de outros aspectos da marca.
  2. Os engenheiros da Quirky tornam fabricável o projeto vencedor e trabalham com a fabrica em sua produção.

No lado do desenvolvimento de produto, o movimento Maker inclina a balança para culturas com melhor modelo de inovação, não para aquelas com trabalho mais barato. As sociedades que abraçaram a co-criação o desenvolvimento pela comunidade serão vitoriosas. Elas são imbatíveis, por encontrarem e explorarem os melhores talentos e as pessoas mais motivadas, em qualquer domínio.

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário