Eis uma questão que todos em um determinado momento pensamos quando estamos para empreender ou até empreendendo:

1 - Não seria a hora de ter uma mentora ou mentor para me ajudar?

2 - E como eu identificarei se essa pessoa vai realmente me auxiliar?

Essa pergunta eu recebi quando montava um e-book sobre as maiores perguntas do mundo das Startups e notei ser muito pertinente para várias pessoas.  Porém, para a mentoria ser considerada boa ela deve estar muito alinhada com aquilo que as pessoas buscam dela e aqui é que começa o erro. Raramente as empreendedoras e empreendedores analisam o que exatamente esperam de uma mentoria.

  • É um acompanhamento próximo?
  • São apenas dicas?
  • Exigem algo em troca?
  • Que interesses essa pessoa tem hoje?

A boa mentoria é aquela que está alinhada com os seus objetivos e crenças, vê sentido e/ou uma troca de valor na mentoria, além de complementar em conhecimento. Desta forma alguns atributos interessantes de perceber são:

Ouvir – disponibilizará tempo para prestar atenção no que se passa e aí sim passar conselhos pertinentes.

Sinceridade – por pior que seja a verdade ou a dureza do conselho vai falar o que vocês precisam.

Deixa clareza na troca – explica bem o que espera de vocês, se é apenas na boa intenção mesmo, se tem uma retribuição de marketing ou até financeira no futuro.

Valores bem definidos – tem suas crenças e caráter claros em todos os momentos.

A má mentoria normalmente são identificadas pelas pessoas depois de um tempo, pois não corresponderam aquilo que nem elas sabiam direito o que seria. Você percebe que ambos os lados perderam tempo e energia, depois de já ter acontecido, infelizmente.

n há ideias brilhantes

Agora falando de uma forma mais técnica, a má mentoria é aquela que não escuta e acredita que deve dar ordens para vocês, trata-os como funcionários.

O papel do mentor é ouvir bem e principalmente levantar boas questões para ajudar a encontrar as soluções, não é aquele que entrega as coisas, mas sim sabe fomentar as melhores formas de encontrar as respostas.

Portanto, a melhor forma de escolher alguém que realmente faça a diferença é definindo o perfil que você quer, os motivos e para que precisa.

Lembre-se que mentorias podem salvar sua pele, lhe dar sacadas que impulsionaram seu negócio, podem lhe trazer paz em momentos difíceis, definitivamente são pessoas incríveis para se ter junto. Mas, às vezes, não escolher alguém certo, pode atrapalhar bastante...

O mundo do Empreendedorismo de Alto Impacto (Startups) deve muito as mentoras e mentores.

Este vídeo complementa o conhecimento deste artigo:

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário