Algo muito importante para toda empresa é: pessoas. Este é um tema de discussão nas principais conversas e fóruns ao redor do mundo. Escolher bem o time pode ser um diferencial estratégico para a companhia. E o mesmo acontece com as startups!

 

Veja 3 dicas sensacionais para te ajudar a escolher seus parceiros de empreendedorismo.

 

Numa startup, os primeiros anos do negócio são muito mais de dedicação e esforço do que, necessariamente, colher frutos. E é por isso que escolher as pessoas que passarão por este período ao seu lado é tão importante.

 

Mas, como escolher as pessoas ideais?

 

Conversaremos melhor sobre isso no podcast (e lá explico melhor!), mas, existem algumas premissas que podem te ajudar a escolher bem.

 

Alguns pontos importantes a se considerar são:

 

  1. Ama e entende o mercado
  2. Habilidades que se complementam
  3. Crenças similares

 

Vou explicar cada um desses itens e como avaliá-los. Não deixe de escutar!

 

Jim Collins, guru da Administração e autor de vários livros, nos diz que devemos pensar em “primeiro quem, depois o quê.” Ou seja, é mais importante encontrar a pessoa certa do que definir, de fato, o que essa pessoa fará. Como assim?

 

Ao avaliar um candidato, é necessário levar em consideração se as culturas se falam, se os sonhos se parecem e a consistência da carreira desta pessoa. Se tudo isso fizer sentido, coloque no seu time. Ainda que você não saiba ao certo como será ou o que fará, é mais importante ter a pessoa certa do que o escopo do trabalho.

 

Não deixe para escolher depois. Este é um dos grandes erros cometidos por empreendedores. A escolha do time é fundamental para o sucesso de qualquer negócio. No caso das startups, isto fica ainda mais evidenciado.

 

Coloque essas dicas em prática e faça ótimas escolhas! Conte-nos depois como foi.

 

 

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário