De todas as minhas frases com mais de 25 anos de palestras e treinamentos, essa ficou a mais famosa, por um motivo… É a que mais pecamos. Seja sincero,

você possivelmente tem mais coisas para fazer do que deveria?

Mais preocupações do que deveria? Mais estresse do que deveria?

Se você está entre mais de 95% da população, diria sim para pelo menos uma destas respostas. O que preocupa, além do quão conturbado está o nosso momento é como estamos lidando com ele.

Estamos com uma tecnologia e nível de informação extremamente avançados para o nosso cérebro que não evoluiu na mesma velocidade, o que consequentemente está gerando um enorme abismo, entre o que podemos e queremos fazer, com o que realmente acontece. A consequência disso tudo,

é que estamos virando experts em darmos desculpas, para não fazermos tudo que deveríamos…

Sim, você deve estar se perguntando, mas não é humanamente impossível?!?!?

É, porém, a melhor forma de lidar com isso, não está nas desculpas e justificativas de porque as coisas não estão acontecendo, pois isso é apenas acalentador e deixa tudo bem, algo que você deveria estar tomando uma nova postura.

Portanto, definir melhor as atividades, trabalhar melhor o foco, organizar-se mais adequadamente, selecionar as pessoas com mais rigor e por ai vai um longa lista, normalmente são atitudes importantes para podermos diminuir a quantidade de desculpas que estamos dando, para não estarmos entregando os resultados.

acreditar e ato de féhttps://instagram.com/brunomrperin/

A primeira questão está na prioridade, do que você realmente deveria estar fazendo e como. A segunda é organizar-se para isso e definir estratégias para se manter focado. Se hoje, temos mais do que podemos fazer, pense em como diminuir, ou se organizar, mas de forma alguma em como ficar criando justificativas para o que não está acontecendo, isso não adianta nada.

Pode notar, que as pessoas hoje, que passam a maior parte do tempo falando desculpas sobre os fatos da vida, normalmente são as que menos estão realizando. E você onde está seu foco? Em desculpas ou resultados?

Conteúdo do meu grande amigo Alex Born (@alexbornoficial), o qual ajudei a escrever com maior honra.

Esse vídeo combina com o assunto:

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário