A primeira vez que comecei a ler esse livro eu não gostei nada e pensei em desistir, comentei com um amigo que me falou – Bru, vc está muito critico, dá um tempo e depois volta para ele, deve ter alguma msg importante ai que vc não está percebendo… Foi exatamente o que aconteceu, tinha uma ideia que me agradou mto e levei para a vida toda.

Nem todo negócio deve ser gigante, vc deve ter um negócio que lhe de orgulho e vc goste de estar ali, não precisa ser o maior e crescer constantemente, seja do tamanho que quiser…

Veja as melhores ideias do livro:

passou um senhor e disse a menina que não se preocupasse com isso, pois ali havia milhões de estrelas-do-mar e que ela não poderia salvar todas, que não faria diferença alguma. Ela olhou para a que estava em sua mão e disse: “Para esta aqui faz diferença”.

Negócios são negócios, e erros podem ocorrer, qualquer que seja o tamanho da empresa, como bem sabe Danny Meyer. Em entrevista a revista Gourmet, ele disse: “Se um cliente encontrar um parafuso em seu risoto, contará para todo mundo que conhece. Eu não posso mudar isso. O que posso fazer é garantir que, depois do relato, o cliente diga – Mas você sabe o que o restaurante fez para repara a situação?”

o crescimento no caso, é apenas um subproduto do êxito da empresa em atingir seus objetivos centrais.

A empresa também promove competições por pura diversão (qual departamento consegue criar a amarilis mais alta) ou para melhorar a qualidade de vida da equipe (quem consegue entrar em forma mais rapidamente?)

A Rell sobreviveria sem o contrato para o desenvolvimento das dobradiças, mas não sem o comprometimento dos colaboradores e sem a responsabilidade deles em zelar pelo bem-estar da empresa.

“Nosso maior concorrente é a mediocridade” Gotz

Não adianta distribuir bônus, promover competições e organizar festas para erguer o moral se grita com as pessoas. Estará jogando tudo fora.

“noção herética de que o crescimento de uma companhia tem limitações orgânicas quase predestinadas”. Se você ultrapassá-las e crescer muito depressa, minará sua capacidade de prestar um excelente serviço ao cliente, de criar um bom ambiente de trabalho para os seus funcionários e de maximizar o retorno aos acionistas. O próprio Schmitt falou “Nós poderíamos crescer mais rápido, mas isso nos custaria tudo o que conquistamos. Na burocracia do crescimento, você perde as características que o distinguem”.

se tiver q possuir

Não existe maior desafio para um pequeno gigante do que fazer seu encanto durar.

concluir que o empreendedor era como o artista, mas que tinha a empresa como forma de expressão. Ele criar um negócio do nada, como uma tela em branco. É curioso. Uma só pessoa tem uma ideia e a transforma numa organização, uma organização com vida. É muito especial o que fazem, eles são valiosos.

A empresa é um meio pelo qual eles podem expressar suas paixões.

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário