As melhores ideias do livro de empreendedorismo Modelos de Negócios Imbatíveis de Saul Kaplan, conheça as grandes sacadas dessa obra não tão conhecida no Brasil, mas que pode ajudar muitos os empreendedores.

A revolução é a norma, não a exceção.

A inovação dos modelos de negócio é um esporte em equipe.

Os inovadores dos modelos de negócios são aceleradores de inspiração.

Um modelo de negócio é uma história de como se cria, oferece e captura valor.

Sentados em uma sala de reuniões, não temos como saber se uma nova ideia de modelo de negócios dará certo.

Qualquer organização que queira desempenhar um papel relevante, oferece valor em escala e se sustentar deve articular claramente e desenvolver o seu modelo de negócio

O desafio de liderança é como manter o modelo existente em operação enquanto são feitas experiências simultâneas com novos modelos.

Com que finalidade o cliente está contratando a sua empresa, produto ou serviço?

Os organogramas são ótimos para ilustrar as relações de subordinação e as hierarquias funcionais, mas não dão uma boa ideia de como as atividades fluem entre as funções de uma empresa para oferecer valor.

Uma competência é simplesmente o poder de fazer algo.

Sempre me admira o fato de que muitos executivos pensem que superar a concorrência nas práticas básicas do setor seja uma fonte sustentável de vantagem competitiva.

plante sempre para colher sempre

Algumas razões de fracasso são:

  1. A INOVAÇÃO DO MODELO DE NEGÓCIO SERÁ PROBLEMA DO PRÓXIMO CEO – modelo de negócio no setor está implementado desde antes de eu assumir o cargo e continuará em vigor depois que eu o deixar. Não quero ficar conhecido com o CEO que precipitou o fim de um modelo bem-sucedido.
  2. O PRODUTO É REI – NADA MAIS IMPORTA – O produto vem primeiro e depois os serviços agregam valor a proposta. Em feral, o cliente não vê a questão dessa maneira. Ele tem uma função a cumprir e avalia a proposta de valor de qualquer modelo de negócio como um pacote de produto e serviço. (principalmente agora com IOT)
  3. TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO É APENAS UMA QUESTÃO DE MANTER TUDO FUNCIONANDO E REDUZIR CUSTOS – Muitas empresas fracassam na inovação dos modelos de negócio porque a maioria dos recursos e atividades de departamento de tecnologia da informação é alocada para servir de suporte aos sistemas antigos.
  4. A CANABALIZAÇÃO ESTÁ FORA DE COGITAÇÃO – A ultima coisa que queremos é colocar os nossos negócios em risco. Já basta estarmos em guerra com a concorrência disputando participação de mercado; por que iriamos querer competir com nós mesmos.
  5. LONGE DE MANTER CONTATO COM SUSPEITOS INCOMUNS – a exposição a um maior numero de ideias apresentado por suspeitos e lugares incomuns quase sempre produtos a centelha necessária para criar um novo conceito de modelo de negócio.
  6. OS EXECUTIVOS DE LINHA DETEM O SEU CARTÃO DE DEBITO – Os executivos de linha que detém os cartões de debito dos membros da equipe de projeto inevitavelmente exercem uma pressão sutil, ou não tão sutil, para que as atenções se concentrem naqueles aspectos que venham beneficiar as suas respectivas unidades de negócios ou funções. E eles se apegam a qualquer coisa que possa perturbar ou desviar a atenção de suas unidades organizacionais.
  7. OTIMA IDEIA, O QUE É ROI? – Os novos modelos de negócio provavelmente tem principio econômicos muito diferentes e devem ser avaliados nesse contexto. A maioria dos novos modelos de negócio será descartada se julgada pelos princípios econômicos e limitada pelos requisitos de ROI do modelo existente.
  8. ELES ALVEJAM OS INOVADORES DE MODELOS DE NEGÓCIO, NÃO ALVEJA? – Aplicar aos inovadores de modelos de negócios os mesmos sistemas de gestão de desempenho e promoção aplicados aqueles que trabalham para agregar valor ao modelo existente não dará certo. Os renegados trabalham e são motivados de modo diferente.

O primeiro e mais importante passo no processo de inovação de modelos de negócios requer uma mudança de perspectiva tanto de você quanto da sua empresa. Olhar pelas lentes do seu modelo de negócios atual provavelmente resultará, na melhor das hipóteses, em mudanças gradativas. A inovação dos modelos de negócio exige uma perspectiva diferente e requer um conjunto de lentes diferente para examinar novas oportunidades.

Um objetivo ousado de inovação de modelos de negocio deve ser inspirador como um pouso na lua.

A inovação é uma maneira mais adequada de oferecer valor.

O imperativo é tomar por base as melhores práticas para explorar e desenvolver novas práticas.

As cidades devem ser laboratórios vivos.

Os modelos de negócio não duram mais como antes e a maioria dos CEOs teve de liderar apenas um único modelo de negócio durante a carreira.

“A razão é, e somente deve ser, a escrava das paixões.” – David Hume

O obstáculo para a inovação dos modelos de negócio não é a tecnologia, mas a nossa obstinada resistência a experimentação e as mudanças.

Os criadores de mercado definem as regras.

Se quisermos transformar algo, devemos começar afixando uma placa com os dizeres “aberto para reforma”

Não há nada melhor para derrubar a idealização produzida por contribuição coletiva do que ver as suas ideias mofando no fundo de uma caixa de sugestões eletrônica ignorada pela gerencia.

Não é a toa que as discussões sobre inovação sempre acabam com ideias destinadas a reforçar o modelo de negócio existente e tendem a descartar as ideias que representem um novo modelo com potencial para canibalizar ou desestruturar o modo como o modelo funciona atualmente.

O seu modelo de negócio sofrerá disruptura, quer a sua empresa aja por antecipação ou não.

Desintegrar-se é muito melhor do que ser desintegrado.

Você não tem como convencer as pessoas e instituições que não querem mudar a inovar. A experiência me ensinou que é preferível procurar pessoas e instituições que queiram inovar e sejam receptivas a experimentação e as mudanças e fornecer a elas as ferramentas e plataformas para realizar o trabalho.

gestão é uma semente

Sempre que possível coloque o cliente no banco de carona do modelo de negócio.

Se quisermos mudar o sistema, não adianta criar exemplos isolados de sucesso e esperar que o restante do sistema adote a nova prática.

As habilidades e experiências que nos ajudaram até aqui não são as mesmas que continuarão a nos impulsionar daqui em diante.

O empreendedorismo se democratiza e passa a ser o principal indicador econômico.

Este vídeo complementa as ideias do livro:

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário