O Livro: A estratégia do Oceano Azul (W. Chan Kim e Renée Mauborgne) é um clássico sobre estratégia e marketing. Diria que praticamente todos que atuam nessas áreas deveriam ler, ou apenas pensam em empreender. Traz visões bem importantes sobre encontrar novos mercados. Vale a leitura. Se tiver dicas de bons livros não esquece de me enviar ali no @brunomrperin

A estratégia do oceano ressalta em a empresa ter um posicionamento tão único e diferenciado (inovador) a ponto de tornar desprezível a concorrência, criando espaços de mercado nunca ocupados.

Movimento estratégico é um conjunto de decisões e ações gerenciais que resultam em importantes produtos e serviços capazes de criar novos mercados.

A estratégia do oceano azul eficaz consiste em minimizar os riscos, não em assumir riscos às cegas.

Dar atenção as velhas verdades não questionadas.

Sem uma mensagem irresistível para se comunicar com o mercado, será uma empresa orientada para si própria ou exemplo clássico de inovação pela inovação, sem grande potencial comercial e sem autonomia natural.

Foco no usuário ao invés dos influenciados. Ex: Empresa de insulina que ao invés de ficar se concentrando nos médicos, passou aos usuários e notaram que estavam constrangidos com as agulhas e criaram as canetas

Ao questionar as definições convencionais sobre quem pode e deve ser comprador-alvo, as empresas não raro são capazes de vislumbrar maneiras fundamentalmente novas de criar valor

voce-vendedor-1

As empresas jamais devem terceirizar seus olhos e ouvidos (vendas e atendimento).

A identificação do conjunto de produtos e serviços complementares que são consumidos com o seu próprio produto talvez sejam fontes de inspiração para idéias referentes a oportunidades de criação de pacotes de produtos e serviços (Bundling).

A estratégia deve ter forte componente criativo em vez de registrar-se a analises rigorosas e basear-se mais na motivação que promove comprometimento voluntário e menos em barganhas que buscam comprometimento negociado.

O principal desafio na determinação do preço estratégico é compreender o grau de sensibilidade ao preço por parte das pessoas.

Olhar alem das fronteiras do setor é listar os produtos e serviços que se enquadram em duas categorias: os que tem forma diferente, mas executam a mesma função; e os que apresentam forma diferente, executam função diferente, mas tem em comum um mesmo objetivo amplo e genérico.

O fundamental aqui é não definir o preço em comparação com o dos concorrentes no mesmo setor, mas, sim, em comparação com o substitutos e alternativas ao longo de diferentes setores e não-setores.

Nada substitui o contato direto com os clientes insatisfeito.

Pule a barreira dos recursos – os lideres no ponto de desequilíbrio concentram-se na multiplicação do valor dos recursos disponíveis.

O segredo para derrotar os detratores (funcionários contra a mudança) é prever com o máximo de exatidão os flancos de onde partirá a ofensiva inimiga e desenvolver contra-argumentos apoiados por fatos e razões irrefutáveis.

Quando as pessoas se consideram reconhecidas por seu valor intelectual, as pessoas se despem e compartilham seus conhecimentos; com efeito, elas se sentem motivadas a impressionar e a confirmar as expectativas em relação a sua capacidade mental, tomando a iniciativa de propor soluções e de trocar opiniões.

Esse vídeo complementa a ideia:

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário