Talvez esse seja um dos títulos mais esquisitos que você leu ultimamente, mas completamente verdade. O que eu entendo de Nutrição? Bulhufas. O que eu entendo sobre vida saudável? Muito pouco beirando a nada… Mas, a minha história empreendedora tem grande reviravolta com a salada e um novo estilo de vida.

CATADOR DE SALSINHA.

Para você entender, eu era tão doido contra salada, que catava salsinha em comidas que tinham esse tempero, mesmo que me enganassem que era só enfeite. O ódio era real. Mas, um aspecto importante é que além de não curtir comidas assim, eu cai no conto “do trabalhar pesado é o único jeito”.

É obvio que você precisa trabalhar para conquistar as coisas, mas tem uns desgraçados que falam daquele trabalho insano, de dormir no escritório, respirar trabalhando, aquela loucura. Histórias como Bill Gates desmaiando de tanto trabalhar e dormindo no chão do escritório e outras são louvadas por vários. Trabalhar 15 horas por dias e afins… Fazem você sentir que o único jeito é seguir nesse ritmo, eu cai nessa merda.

Em resumo, por um bom tempo virei um alucinado em trabalho, que tinha as escapadas…

AI QUE VOCÊ SE MATA

Ninguém consegue ficar só no trabalho, o que acontece? Você precisa extravasar, ai que nos matamos. Geralmente são comidas calóricas rápidas, que você se dá o direito, a recompensa por tanto trabalho, e a bebida para dar uma aliviada ou até umas festas pesadas, quem sabe a compra da roupa ou sapato que tanto queria. Em resumo, você está se destruindo de estresse, afinal é trabalho insano e ainda impulsionando mais a sua vida para o buraco comendo com um urso esfomeado.

Eu comecei a passar muito mal, ganhei muitos quilos, dormia mal e só enxergava as conquistas… Mas eu queria ter algo como o Bill Gates? Estava disposto a me matar assim? Sinceramente, não sabia…

LAR DOCE MAR

A vida da aqueles rodopios loucos de professores de dança e te joga a resposta na cara. Em um projeto, passei uns dias trabalhando em uma cidade de praia e tive uma rotina dos sonhos. Pensava que precisaria ralar ainda mais para conquistar aquilo, mas deu aquele estalo “Perai, mas eu preciso de muito? O que eu realmente preciso? Nossa, eu queria era ter um jeito de viver melhor e não combinava com aquela loucura…”

Fazia diferença a famosa meta dos 35 ser aos 40 anos, mas de um jeito mais agradável? Sim, ser mais agradável era bem mais importante do que alcançar antes. Eu queria viver melhor, mas por anos vinha na pegada cruel das coxinhas de galinha sem fim.

Como trabalhava muito e sempre gostei de experimentar coisas, repetia para mim “eu mereço”, devo comer aquele hambúrguer, aquela pizza, mais uma cerveja, o momento da comida e bebida era o momento de “curtir a vida” e isso estava muito errado…

Um grande amigo me chamou atenção e falou que a minha mudança de vida iria começar por diminuir o ritmo e uma boa alimentação, ela vai ser a base para seu corpo funcionar como precisa para essa nova fase… Eu pensei – tá zoando?… Não, ele não estava… E a vida me provou que não estava mesmo.

a vida é o empreendedimento mais importante

ALGUMAS SALADINHAS DEPOIS

Meu amigo me ajudou com o começo em uma vida saudável e disparado a coisa mais difícil era depois de tantos anos de vida, ter que comer salada, diminuir bebidas e festas, trabalhar menos. Mas sério, a salada era meu temor kkkk

Eu comecei a comer salada lembrando de tantas vezes que passei mal, por causa daquele pensamento de “eu mereço” e quase explodir comendo, um lutador de sumo fazia parte da minha alma, mas eu precisava ajustar isso…

Fui começando com as pequenas porções da salada escondida na comida, descobrindo molhos, colocando metas para poder tomar uma cerveja, tinha que comer a salada, claro que a ceva era em quantidade limitada. Mais exercícios…

Aconteceu… Eu morria de medo de fazer exames, mas depois dessa mudança tinha que fazer, e os médicos ficaram impressionados com a minha saúde, era estranho ver alguém tão saudável, imagina meu susto. Eu um devorador de doces sem escrúpulos, era saúde pura kkk

POR QUE LHE CONTEI ISSO

Grande parte dos meus amigos, conhecidos e pessoas que vão me contando coisas pelo insta @brunomrperin, seguido comentam de historias que parecem com essa, em proporções menores geralmente. A dificuldade de ficar sem beber demais, as comilanças que não param, as bobagens, dormir mal para burro, as festas que sempre tem.

Foi difícil, mas valeu a pena, hoje eu sinto muito mais preparado para tudo que acontece nas empresas, pois meu corpo e minha mente estão legais graças a esse estilo de vida mais saudável, sendo honesto, eu nem sinto falta de grande parte das coisas… Continuo comendo doce, tomo vinho, cerveja e experimento algumas porcarias deliciosas kkk mas é de boa, logo meu corpo e mente já pedem minha rotina saudável e isso tem sido a base para a serie de desafio que encaro. Espero que lhe ajude a aumentar a consciência sobre esse assunto também.

Esse vídeo complementa a ideia:

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário